Antes de mais nada, agradecemos a você por seu esforço em continuar fazendo parte da obra de evangelização do Rio de Janeiro. O desafio de levar Cristo aos de perto é ainda maior, pois requer testemunho vivo, esforço e exposição constantes. Abaixo colocamos o testemunho do nosso capelão Pr. Claudio Barreto, que, além de realizar trabalhos em presídios, coordena as ações da capelania em várias outras unidades.

Alguém sempre fica sabendo a respeito da Capelania Prisional e nos questiona se realmente há quem se converta de verdade nas prisões do RJ. Se realmente seguem firmes ou se recaem novamente na prisão, se usam a fé como apoio para suportar a prisão e depois abandonam e, se há alguém que se recupere, qual o percentual.

Costumo responder que, a princípio, só posso contar percentual dos que são acompanhados pela Capelania, considerando que não conseguimos atender toda a população carcerária do RJ (por enquanto). E que, destes que acompanhamos, realmente há os que abandonam a fé, mas é a minoria. Mesmo assim, muitos destes que recaíram ao longo destes anos de trabalho da CBC, já foram resgatados por Cristo e se encontram firmes na fé e na vida cristã.

Nos últimos dias, tivemos um encontro com vários egressos que foram acompanhados pela equipe de Capelania Prisional da CBC (foto). São homens e mulheres que já não tinham esperança de uma nova vida e que hoje são bênçãos para nossa sociedade. Foi um momento muito marcante para nossa equipe ouvir os testemunhos de que, em meio a muitas lutas e tribulações, eles estão sendo aperfeiçoados pelo poder do Espirito Santo de Deus e alcançando vitórias nas lutas. Eles estão se tornando exemplo para muitos que não tinham fé em Cristo e hoje podem perceber claramente a verdadeira Esperança que é Cristo Jesus, nosso Senhor.

 

Ajude a sustentar missionários que levam a esperança de Cristo aos presídios do Rio. Clique aqui e faça uma parceria.

 

Nossa equipe se emocionou muito, pois acompanhamos de perto estas lutas e tribulações; choramos juntos e também nos alegramos muito em ver vidas regeneradas, famílias restauradas, pessoas que anteriormente haviam desistido de viver e hoje vivem, pela fé em Cristo, novidade de vida. Antes eram presos e presas, encarcerados, condenados, sem esperança e rejeitados até pela própria família e, hoje, pela Graça de Deus em Cristo, são homens e mulheres que glorificam a Deus. Alguns ainda estão com dificuldades para conseguir emprego. O preconceito e a própria taxa de desemprego são obstáculos, mas eles permanecem firmes e confiantes nAquele que os resgatou da morte para a vida e é fiel para fazer muito mais do que pedimos ou pensamos.

Ajude-nos em oração:
– Por cada vez mais comunhão das igrejas batistas e comprometimento com Missões Rio;
– Por nossa equipe missionária, que enfrenta batalhas diárias na realização deste trabalho;
– Por todos os atendidos nas Unidades Prisionais de nossa cidade, para que sejam edificados a cada dia;
– Pelas autoridades carcerárias e funcionários do Sistema Penal com quem lidamos diariamente e que influenciam diretamente nas atividades da Capelania Prisional.
– Por mais parceiros que cooperem para o avanço do evangelho de Cristo nas prisões.

Share This